"" As Melhores Dicas Para Seus Bordados: Junho 2017

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Conheça os pontos Pé de Flor, Contorno e ZigZag


Estes são mais três pontos interessantes, para enriquecer os traços dos seus projetos de bordado. Faça você mesmo os desenhos para seus bordados, saiba mais.

Ponto pé deflor

Este ponto é mais usado para criar linhas. Apresentado com um efeito visual "torcido" como uma corda. É um pouco trabalhoso, geralmente da esquerda para a direita (se a direita é sua mão dominante).

Procedimento:

1 – Primeiro, deixe a linha onde deseja começar.

2 – Coloque a agulha no tecido alguns milímetros à frente, de modo que você possa distinguir a agulha no espaço entre este ponto.

3 – Então, deixe a agulha no meio do espaço deixado pelo ponto anterior e puxe suavemente o fio superior do mesmo ponto.

4 – Feito o primeiro ponto, repita estas etapas para os seguintes pontos, voltando sempre para o buraco deixado pelo ponto anterior. 



Ponto de contorno ouSplit

Este ponto é geralmente usado para contornos, mas pode ser aplicado também para preenchimentos.

Procedimento: modo de execução este ponto é o mesmo que o procedimento para o ponto do pé da flor, sendo apenas diferente a abertura de uma "quebra" no fio, cada vez que volta com a agulha.

Observe: tente distribuir uniformemente o fio quando você abre a "quebra".

PontoZigZag

Esse ponto geralmente é trabalhado em uma barra simples, entre duas barras paralelas. O ponto de zigzag é essencialmente um ponto decorativo.

Procedimento:

1 – Deixe a linha onde deseja começar;

2 – Coloque a agulha no tecido alguns milímetros à frente, de modo que você possa distinguir a agulha no espaço entre este ponto.

3 – Então, deixe a agulha no meio do espaço deixado pelo ponto anterior e puxe suavemente o fio superior do mesmo ponto.

4 – Feito o primeiro ponto, pegue a barra de fio superior, onde +/- no meio de onde irá formar um novo ponto.

5 - Em seguida, volte a agulha, retornando um pouco mais para trás.

6 – Depois, termine o ponto e coloque a agulha alguns milímetros à frente.



Aprenda os três pontos básicos do bordado


Para um bom bordado, é necessário conhecer pontos básicos, que servem tanto para destacar pontos mais elaborados, quanto somente com eles, ajudam a criar trabalhos bem bonitos.

Procedimento para o Ponto atrás


Vamos começar com o simples ponto de volta. Este ponto geralmente é usado para contornar figuras ou fazer linhas e é tão usado no bordado como na costura. Geralmente é trabalhado da direita para a esquerda (se a direita é sua mão dominante):

1- Por favor, deixe a linha onde deseja começar;

2 - Coloque a agulha no tecido alguns milímetros à frente;

3 - Deixe agora alguns milímetros mais para trás.

4 - Feito o primeiro ponto, repita estas etapas para os seguintes pontos, voltando sempre para o buraco deixado pelo ponto anterior.

O ponto atrás do simples também serve como base para outros pontos decorativos como o Pekingese eo ponto simples entrelaçado.

Procedimento para o ponto de Pekingese


1 - Faça uma base com um ponto atrás simples;

2- Coloque a agulha no tecido, no mesmo local onde ele terminou a linha de base anterior e passe a agulha sob o segundo ponto atrás (a linha de base) - de baixo risco.

3 - Traga a agulha de volta e passe sob o primeiro ponto atrás (a linha de base), mas desta vez na direção oposta - de cima para baixo. Neste último passo, certifique-se de que o fio passa sobre o processo anterior.

4 - Volte a repetir as etapas até o fim.

Procedimento para o ponto entrelaçado (simples)


1 - Faça uma base com um ponto atrás simples.

2 - Coloque a agulha no tecido, no mesmo local onde ele terminou a linha de base anterior e passe a agulha no primeiro ponto atrás (a linha de base) - na direção que você preferir;

3 - Em seguida, faça passar no segundo ponto atrás (a linha de base), mas desta vez na direção oposta que você escolheu anteriormente.

4 –Volte a repetir as etapas até o fim.


Observe: este ponto é chamado entrelaçado simples, porque apenas entrelaça o fio em uma direção (por exemplo, da esquerda para a direita). Se você quer voltar para entrelaçar o fio na direção oposta, este ponto será chamado de ponto duplo entrelaçado.

Nunca comece a bordar sem estas ferramentas!

Você Deve Saber Disso Antes de Bordar!

Para começar a bordar é muito fácil, mas para começar já produzindo com bons resultados, é indispensável a presença de alguns itens, que farão toda a diferença no momento do bordado.

Não basta saber as técnicas, tem de usar as ferramentas certas para executar os pontos com sucesso:

Caneta: Muito usado para marcar o desenho no tecido. Recomenda-se comprar uma caneta de carbono, mas não marcar o tecido.

Linhas: Não existe bordado sem as linhas. Não pode ser qualquer linha, tem que ser exclusiva para bordados. Busque ter de todas as cores possíveis, e tenha preferência por “meada” do que “rolinho” de linha, pois rendem mais.




Tesoura: Ela tem que ter uma ponta bem fina, para ser usada para arremate. Por isso, é essencial que esteja afiada para ser precisa. Caso queira aprender mais sobre bordados, clique aqui.

Bastidor: O bastidor é uma ferramenta de formato oval, onde você “prende” o local onde será o bordado. Poderá encontrar esta ferramenta em madeira ou de plástico. Ele estica o tecido, facilitando a aplicação dos pontos de bordado no local escolhido.

Desenho: é a imagem que você irá bordar no tecido. Sem ele, o bordado não será preciso e bem feito.

Tecido: o local onde será feito o bordado. Não são todos os tipos de tecido que aceitam o bordado, por isso é interessante ter o etamine, que é um pequeno tecido com furos para ser colocado junto ao tecido.

Agulha: vendida com várias unidades, é uma agulha grande e com ponta arredondada, bem diferente que da agulha para costura.

5 Dicas importantes para preservar o bordado


Principais Dicas 

Para conservar por mais tempo a boa aparência dos seus bordados, é essencial tomar alguns cuidados. Principalmente, se forem bordados computadorizados ou bordados feitos com fitas.

Dica 1: Quando for lavar algum tecido com bordado, lave-o com água em temperatura ambiente, ou com temperatura máxima de 60ºC, porque água muito fria ou quente demais, pode fazer que a tinta das linhas se desprendam antecipadamente.



Dica 2: O recomendado que o tecido com bordado seja lavado manualmente, de forma suave, para a preservação dos pontos. Caso use na máquina de lavar, coloque o tecido dentro de um saco de lavar roupa, ou uma fronha com a ponta bem amarrada com fita.

Dica 3: Se for lavar na máquina de lavar, use a dica 2 e faça o enxague no modo normal e a centrifugação normal/clean, para roupas delicadas. Rotação no modo pesado, pode danificar os pontos.

Dica 4: Ao secar, coloque o tecido a secar na sombra. Caso for utilizar uma máquina secadora de roupas, prefira máquinas que sejam de secagem com tambor rotativo. Mas se o tecido em questão não permite este tipo de secagem, terá que ser de forma manual.

Dica 5: Ao passar o tecido com bordado, sempre use o ferro com temperatura baixa. Nunca passe o ferro diretamente encima do bordado. Caso seja necessário, utilize um pedaço de lençol levemente emudecido encima do bordado. Experimente você mesmo criar suas próprias matrizes de bordados.

Como Colocar Desenhos Em Tecido Para Bordar

Uma das grandes dificuldades que temos, ao querer reproduzir um desenho que está no papel no tecido, sem que danifique o desenho original ou que manche o tecido. Vou explicar neste artigo como reproduzir o desenho no tecido sem danos. Aqui você encontra tudo sobre bordados.

Primeiro passo é colocar o desenho num papel em branco. Se for uma imagem digitalizada, poderá imprimi-lo em tons de cinza, para facilitar na reprodução.

Agora, vamos transferir o desenho para o tecido. Para esta etapa, vamos usar o carbono da cor amarela. 



Deve primeiro colocar o tecido esticado em uma superfície lisa, de preferência de vidro ou mármore. Se não tiver uma mesa de vidro, use o vidro de um quadro grande.

Depois, coloque a parte do carbono virado para baixo, em contato direto com o tecido. Enfim, poste encima do carbono, o desenho virado para cima. Use uma caneta sem tinta, ou um lápis, para contornar todo o desenho encima do carbono.

Após este processo, tire o papel e o carbono, prenda o tecido no bastidor e borde o desenho. Use o tipo de ponto de bordado que desejar.

Ao terminar, para tirar o carbono que ficou no tecido que você não bordou, ou tirar os borrões que ficaram, você usa apenas água, escova e sabão de coco.

Se o desenho a ser retirado é pequeno, pode usar até escova de dentes, de forma delicada, para retirar as marcas do carbono. Se for grande, molhe o tecido todo e esfregue com as mãos de forma delicada até retirar. Coloque depois secando à sombra.